Logotipo Fatex
Federación de Asociaciones de Teatro de Extremadura

Ajidanha

Ajidanha

DATOS DEL GRUPO

  • Dirección: Av. Joaquim Morão 6060-000 Idanha-a -Nova
  • Teléfono: 351 938983960
  • Email: ajidanha@gmail.com
  • Web: http://www.ajidanha.com/
  • BIOGRAFÍA

    A AJIDANHA – Associação de Juventude de Idanha-a-Nova surgiu na sequência do então grupo de teatro GET-IN (Grupo Experimental de de Idanha-a-Nova), que era composto por alunos da Escola Superior de Gestão de Idanha-a-Nova.
    A AJIDANHA, cria-se com um âmbito não só ligado ao teatro, mas também alargado a outras actividades culturais. A associação foi criada por e para pessoas abertas a novidades culturais. A face da AJIDANHA tem sido o grupo de teatro, baptizado de AJITAR-Grupo da Associação de Juventude de Idanha-a-Nova de Teatro Amador da Raia. A AJIDANHA possibilita a participação alargada da população nas manifestações culturais, bem como promover uma abertura entre várias gerações, cujos benefícios são muitos, para os mais e menos jovens.

OBRAS REPRESENTADAS POR Ajidanha

A La Deriva

  • Autor/a : Una adaptación libre del texto "En alta mar" de Slawomir Mrozek
  • Director/a : José Carlos Garcia
  • Sinopsis :

    El proyecto de teatro “A la Deriva” consiste en una adaptación libre del texto teatral
    “En Alta Mar” de Slawomir Mrozek, a partir del cual se pretende crear una dramaturgia
    propia, un lenguaje cómico y visual, capaz de dialogar con la profunda crisis de
    valores Sociales e institucionales) en que el país, y el mundo, están sumidos. “A la
    Deriva” nos cuenta la historia de dos hombres y una mujer perdidos en alta mar, después
    de lo cual se cree que ha sido una catástrofe natural. La trama de la pieza gira
    en torno a la forma en que estos tres náufragos, circunscritos al espacio de una balsa
    (balsa) y al mismo tiempo rodeados por la inmensidad del mar, se enfrentan al problema
    del hambre. Los tres personajes principales, Gordo, Medio y Delgado, una vez que
    los víveres se acabaron, hacen intentos de campañas electorales, alianzas, investiduras
    políticas, llamamiento al auto-sacrificio, en una serie de pequeños y significativos
    eventos para justificar una elección fundamental: ¿quién deberá Ser comido en pro de
    la supervivencia?. Un espectáculo caracterizado por el disparate, por la comedia visual
    y física, y por la sátira implícita del sistema social y político que muchas veces se revela
    absurdo y profundamente injusto.
    DISPOSITIVO

  • Duración : 50 minutos.
  • Género : Comedia
  • Público : Adulto, Juvenil
  • Lugar de representación : Abierto, Cerrado
  • Reparto :

    Elena Miguel, Bruno Esteves y Rui Pinheiro

  • Técnicos :

    Paulo Vaz

  • ¿Obra actualmente en cartel? : SI
  • ¿Obra participante en la Red de Teatro Amateur? : SI
  • Dosier de la obra :   Descargar

Fotografías

O Anexo

  • Autor/a : A partir do diário de Anne Frank
  • Director/a : Nádia Santos
  • Sinopsis :

    Quase todos conhecem a história dramática de Anne Frank, a jovem
    adolescente, que com apenas 13 anos, se escondeu, juntamente com a sua
    família e outros quatro judeus, num anexo secreto para tentar escapar à
    sorte dos judeus, que haviam começado ser deportados por parte dos
    alemães nazis para campos de concentração em 1942. *
    Mas poucos conhecem os detalhes dessa auto-reclusão. Anne escreveu quase sempre para
    uma amiga imaginária a quem chamou de Kitty, e com uma curiosidade pela vida e pelo
    comportamento humano, e com um sentido de humor muito peculiar para sua idade, descreveu
    o dia-a-dia dentro do anexo, detalhando as suas rotinas e as dos seus habitantes, e os
    “acontecimentos extraordinários” a que estavam sujeitos. A honestidade dos seus sentimentos,
    a sua reflexão sobre a justiça, ou a curiosidade sobre a descoberta dos afectos, faz com que
    este testemunho, de esperança e perseverança, seja para todos as idades e todas as culturas.
    “O homem nasce com o intuito da destruição, do massacre, da fúria, e enquanto toda a
    humanidade não sofrer uma metamorfose total, haverão sempre guerras (…) Considero a
    nossa vida de mergulhadores (os judeus escondidos) uma aventura perigosa que é, ao mesmo
    tempo, romântica e interessante. Isto aqui é um bom princípio com muitas coisas cheias de
    interesse e, mesmo nos momentos mais perigosos, vejo o cómico da situação e não posso
    deixar de rir” (Anne Frank)
    O espectáculo O Anexo, inspirado no seu diário, nasce precisamente desta premissa.
    Nádia Santos
    * Dos oito habitantes do anexo apenas o pai de Anne Frank (Otto Frank) conseguiu sobreviver aos campos de

  • Duración : 50 minutos.
  • Género : Comedia, Drama
  • Público : Todos
  • Lugar de representación : Cerrado
  • Reparto :

    Ana Grilo e Carla Sofia Miguel;

  • Técnicos :

    Pedro Gracio

  • ¿Obra actualmente en cartel? : SI

Fotografías

opus

  • Autor/a : colectiva
  • Director/a : José Carlos Garcia
  • Sinopsis :

    Aborrecido, num determinado momento da Minha
    eternidade, comecei a criação de todo o universo.
    A Minha obra era uma sublime representação do espaço, com
    o domínio marcado dos conceitos básicos da natureza. Com um traço
    delicado e inteligente, explora a efemeridade da vida. Mas como em
    todas as obras, há sempre um elemento imperfeito.
    Tudo o que sucedeu, foi por minha culpa ou por vossa néscia
    culpa?
    Esta peça fala Dele, das suas dúvidas e angústias, na
    companhia de quem fez Dele, quem Ele é.

  • Duración : 60 minutos.
  • Género : Comedia
  • Público : Adulto, Juvenil
  • Lugar de representación : Abierto, Cerrado
  • Reparto :

    Bruno Esteves, Rui Pinheiro

  • Técnicos :

    Paulo Vaz

  • ¿Obra actualmente en cartel? : SI
  • ¿Obra participante en la Red de Teatro Amateur? : SI
  • Dosier de la obra :   Descargar

Fotografías

os miseráveis/Los miserables

  • Autor/a : A partir do clássico “Os Miseráveis” de Victor Hugo/ Colectiva a partir del clásico “Los Miserables
  • Director/a : José Carlos Gracia
  • Sinopsis :

    SINOPSE:
    Primeiro estranha-se e depois entranha-se.
    Ingredientes: um encenador (o que não tinha nada para fazer); duas miseras companhias (uma espanhola e outra portuguesa); cinco gatos pingados (os possíveis); uma geringonça (sonora); panos de segunda mão (no mínimo); e muita (muita) lata.
    Aviso: Contamos a história de “Os miseráveis” de Victor Hugo, e não nos responsabilizamos pelos efeitos do seu consumo. Vista com muita atenção, pode provocar dependência. Um consumo demasiado responsável pode provocar um profundo sentido crítico.

    SINOPSIS:
    De como lo extraño, puede resultar entrañable.
    Ingredientes: un director (uno que no tenía nada que hacer); dos míseras compañías (una española y otra portuguesa); cinco pringaos (los que había); un artilugio (sonoro); paños de segunda mano (como poco); y mucha (mucha) lata.
    Advertencia: Contamos la historia de “Los Miserables” de Victor Hugo, y no nos responsabilizamos de los efectos secundarios de su consumo. Observada con mucha atención, puede crear dependencia. Un consumo demasiado responsable puede provocar un profundo sentido crítico.

  • Duración : 70 minutos.
  • Género : Comedia, Drama
  • Público : Adulto, Juvenil
  • Lugar de representación : Cerrado
  • Reparto :

    Carla Sofía Miguel, Elena De Miguel, Marisol Verde, Pedro Gracio, Rui Pinheiro

  • Técnicos :

    Paulo Vaz

  • ¿Obra actualmente en cartel? : SI
  • ¿Obra participante en la Red de Teatro Amateur? : SI
  • Dosier de la obra :   Descargar

Fotografías

Compartir en: